domingo, 31 de outubro de 2010

Aprendendo a tocar violão!

Violão – Lição 01

1. Introdução
O violão é um dos instrumentos mais populares do mundo. Nesta lição apresentaremos as ferramentas para que você o use de forma adequada. 

ANATOMIA DO VIOLÃO


Veja abaixo o violão e as partes que o compõe.

Basicamente, um violão pode ser dividido em braço e corpo. Esses dois se subdividem em outras partes, que serão explicadas logo abaixo:
corpo
braço
Rastilho
Ponte ou Cavalete
Boca
Mão
Tarraxas
Capotraste ou Pestana
Trastes
Casas

Para ver mais sobre cada uma das partes, acompanhe as explicações logo abaixo:
1. Corpo
É o local onde está a boca, o rastilho e o cavalete. Em violões elétricos, também são encontradas outras partes neste local, como a saída, os botões de ajuste, etc.
1.1. boca
É o "buraco" que está no meio do corpo do violão. É por este local que o som se propaga.
1.2 rastilho
É a parte do violão que prende uma da extremidades das cordas. É importante que esteja na altura certa.
1.3. cavalete
O cavalete mantém o rastilho na altura correta.
2. Braço
É composto basicamente pela mão, tarraxas, trastes, casas e pestana.
2.1. mão
É a extremidade do braço. Neste local estão as tarraxas e uma das extremidades das cordas.
2.1.1. tarraxas
São as peças localizadas na mão que servem para afinar as cordas. Elas são seis, sendo uma para cada corda. Conforme você girá-las, a corda ficará mais apertada, o que mudará o seu som. São indispensáveis para que seu instrumento fique bem afinado antes de tocar.
2.2. trastes
São as barrinhas de metal que se localizam em toda a escala. Elas separam as casas e é muito importante que elas estejam bem colocadas para uma boa afinação da guitarra. Com o tempo você pode trocá-las, caso fiquem desgastadas, fora do local certo, etc.
2.3. casas
As casas são os espaços localizados entre os trastes, que são pressionadas durante toda a música. A variação do local que for pressionado, fará mudar o som, variando os acordes. São nelas que estão localizadas as notas musicais.
2.4. pestana
Esta peça não está exatamente na escala, mas sim no local de separação entre a mão e a contiuação do braço. Nela ficam apoiadas as cordas, e ela pode ser "substituída" com o uso dos dedos ou de instrumentos apropriados para tal.
3. Ilustração
Entenda melhor com a ilustração abaixo:




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário